terça-feira, 15 de março de 2016

Quando a maré da vida sobe e não nos é possível contornar


"Observemos que se optarmos por excluir o outro pela falta de Amor que temos, pode ser desastroso… Colocando o foco no porquê de nos cruzarmos com determinadas pessoas nas estradas da vida percebemos o tão valioso presente que Deus nos deu. 
São exactamente essas pessoas, que sentimos que nos magoam com as suas atitudes, que nos podem ajudar a realçar o que de mais negativo possuímos. Toda a tristeza e irritação que desperta na nossa reacção ou pensamento significa que ainda não temos a compaixão suficiente para perceber que o outro nos fez sentir assim ou porque a sua capacidade de se colocar na outra pele ainda não está acessível ou mesmo porque a sua vida está a tomar determinado rumo que o fez agir dessa forma. E grandes seríamos se conseguíssemos analisar todas as situações assim facilmente como estas palavras…"