quinta-feira, 10 de setembro de 2015

A MÃE QUE O CORAÇÃO ME LEVOU A SER




Em determinada altura da minha vida percebi que ao dar o passo para ser mãe era muito mais do que dar vida, era um trabalho contínuo, de grande responsabilidade e não me fazia sentido entregar os meus filhos para serem criados por outros, especialmente nos primeiros anos de vida… ser mãe o máximo de tempo possível passou a ser o meu foco e assim o fiz mal o meu primeiro filho nasceu, fiquei em casa dedicando-me exclusivamente ao seu primeiro ano de vida…